A ida de Henrique para o Al-Ittihad Kalba, dos Emirados Árabes, não mexe com a zaga titular do Corinthians, mas traz novidades para o elenco. A principal delas é oferecer espaço para o crescimento de jovens jogadores. Todos os reservas do setor têm menos de 22 anos.

Com a transferência de Henrique, liberado gratuitamente, o uruguaio Bruno Méndez passa a ser o reserva imediato da posição. Após disputar os Jogos Pan-Americanos, no Peru, o zagueiro de 19 anos se reapresenta ao Corinthians na quarta-feira.

Além dele, o técnico Fábio Carille conta com o jovem João Victor, de 21, recém-inscrito na Copa Sul-Americana.

A partir de setembro, Léo Santos também voltará a ficar à disposição. O jogador de 20 anos, que voltou de empréstimo do Fluminense, está em fase final de recuperação de uma tendinite patelar no joelho direito.

A liberação de Henrique também consolida Manoel como titular da zaga e dá esperança para ele seguir no clube no ano que vem. Mantido na equipe após a contratação de Gil, o zagueiro está emprestado pelo Cruzeiro ao Timão até dezembro. O clube ainda analisa o futuro dele e até o momento não abriu negociação para mantê-lo em 2020.

Na contratação de Manoel, o Corinthians não fixou o valor para aquisição dele. Assim, será preciso negociar com Cruzeiro, Athletico-PR e o empresário Neco Cirne, dono dos direitos econômicos do atleta.

A defesa é o ponto forte corintiano neste Brasileirão. O clube é o menos vazado da competição, com apenas oito gols sofridos.

Porém, no próximo compromisso, sábado, contra o Botafogo, na Arena Corinthians, o time não contará com dois de seus pilares: o goleiro Cássio e o lateral-esquerdo Danilo Avelar estão suspensos.

1 COMENTÁRIO

  1. Nossa zaga é o ponto forte do time e do trabalho feito pelo Carille. O Henrique honrou o manto, mas já estava na hora de seguir em frente mesmo. É bom dar uma chance ao Bruno Mendez! O garoto entrou bem quando teve oportunidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui