Foto: Reprodução

Bruno Méndez teve atuação para esquecer na tarde de hoje, ao defender a seleção uruguaia sub-20 no Mundial da categoria. Em duelo das oitavas de final, contra o Equador, o zagueiro do Corinthians cometeu pênalti ao impedir um gol com o braço, acabou expulso e viu a Celeste ser eliminada com derrota por 3 a 1.

O Uruguai até saiu na frente aos 11 minutos, quando Ronald Araujo aproveitou confusão dentro da área e empurrou às redes do jeito que deu. Daí em diante, porém, o Equador tomou o controle da partida e conseguiu o empate ainda no primeiro tempo: Alvarado converteu pênalti aos 31. No segundo tempo Quintero aproveitou rebote e acertou um foguete para cravar a virada, aí veio o momento difícil de Méndez.

Melhor do jogo, Alvarado escapou em velocidade e driblou o goleiro Israel antes de chutar para fazer o terceiro; mas Bruno Méndez tirou com a mão ao tentar bloquear. O capitão uruguaio salvou o gol, mas acabou expulso, de certa forma emulando o que seu compatriota Luis Suárez havia feito na Copa do Mundo de 2010 – mas não de propósito, aparentemente. Desta vez, no entanto, o equatoriano Plata converteu o pênalti e sacramentou a eliminação da Celeste.

O defensor deve voltar a treinar no Corinthians nos próximos dias, ficando à disposição de Fábio Carille para o período de treinamentos durante a parada da Copa América. Méndez não vinha sendo usado pelo treinador justamente porque seria desfalque neste meio de ano, agora volta ao clube com maiores chances de estrear.

Fonte: UOL.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui