Romero no Corinthians
Foto: Daniel Augusto Jr / Agência Corinthians

O nome de Ángel Romero ganhou força no Corinthians nesta semana em razão de uma confusão do atacante com o goleiro do San Lorenzo, da Argentina, no último final de semana. A imprensa argentina passou a informar que ele e seu irmão, Óscar Romero, viram o Timão como uma alternativa para jogar em 2021. Entretanto, o time alvinegro garante não ter conversas por nenhum dos atletas.

Em entrevista ao BandSports, o presidente Duilio Monteiro Alves diz ter tido conhecimento da confusão do atacante na Argentina, mas não não há conversas em andamento até o momento até porque o clube vive uma crise financeira.

Esse assunto do Romero surgiu essa semana. A gente sabe que ele é ligado ao Corinthians, até falou que ia voltar, e ficamos sabendo que ele teve um problema no vestiário com o irmão dele, mas não tem nada. A gente vai fazer poucos investimentos no futebol esse ano“, disse.

Leia mais:
Goleada do Corinthians faz Globo ter melhor quarta-feira do futebol em dois meses
Para Casagrande, trabalho de Mancini está entre os dois melhores da temporada
Corinthians inicia preparação para o dérbi; atletas do Sub-23 compõem grupo

Os irmãos Romero têm contrato até 30 de junho de 2022 com o San Lorenzo. Ficou decidido uma reunião do presidente Marcelo Tinelli com a cúpula de futebol até o final da semana para definir o rumos para a temporada 2021 e o que farão com os atacantes.

A confusão

Segundo o site “infobae”, da Argentina, Ángel Romero, ex-Corinthians, sofreu uma forte cobrança do zagueiro Federico Gattoni e teria levado um soco na cara do goleiro Fernando Monetti após a partida.

Assim, Ángel foi acudido pelo irmão gêmeo Óscar e ambos decidiram voltarar para suas casas separados do restante do elenco do San Lorenzo. O futuro dos atletas já é visto longe do estádio Pedro Bidegain por outras polêmicas com os demais companheiros e o Corinthians é colocado como provável destino.

Números de Ángel Romero no Corinthians

Desde 2014 no Corinthians, Romero sai após 222 jogos, com 107 vitórias, 58 empates, 57 derrotas e 38 gols marcados. O paraguaio faturou quatro títulos, dois do Campeonato Brasileiro, de 2015 e 2017, e dois do Campeonato Paulista, de 2017 e 2018.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui