A paralisação do futebol brasileiro não tem sido boa para ninguém. Jogadores ociosos em suas casas e clubes sem competições para disputar devido a pandemia do COVID-19. Mesmo assim, o Corinthians de Tiago Nunes tem algo para ser festejado quando as partidas voltarem à normalidade – os retornos de Ramiro e Léo Santos ao elenco.

Titular do meio de campo do Corinthians desde o início da pré-temporada, Ramiro sofreu um estiramento no músculo colateral medial do joelho direito ainda no fim de janeiro e desfalcou a equipe nos jogos da Copa Libertadores e na reta final da fase de classificação do Campeonato Paulista.

O volante ficou sob os tratamentos dos médicos, fisioterapeutas e preparadores físicos do clube. Quando estava prestes a ser reintegrado ao elenco comandado por Tiago Nunes, o futebol no Brasil foi paralisado. De lá para cá, Ramiro segue as recomendações da comissão técnica do Timão e tem feito o tratamento em casa, ao lado de seus familiares.

A tendência é de que assim que os clubes forem liberados para retomarem suas atividades – ainda sem data definida – Ramiro brigue por uma vaga entre os titulares do Corinthians. Depois de um ano abaixo do esperado na última temporada, o meio-campista largou bem em 2020 e é uma das apostas da comissão técnica para dias melhores no Alvinegro.

O outro atleta que é aguardado no clube é o zagueiro Léo Santos. Revelação das categorias de base do Timão, o defensor sofreu uma séria lesão no segundo semestre do ano passado e precisou passar por uma cirurgia para reconstruir os ligamentos do joelho direito.

De lá para cá, Léo Santos se recupera no departamento médico do CT Joaquim Grava e é mais um nome que estava próximo de ser reintegrado antes da paralisação. O jogador é peça importante para o elenco e deve brigar com Danilo Avelar, Pedro Henrique, Gil e Bruno Méndez por uma vaga na equipe.

Embora não tenha feito um grande número de jogos com a camisa do Corinthians, Léo Santos é um dos principais ativos do clube e foi sondado por potências europeias no passado. O jogador é visto como um atleta de grande potencial e tem o respaldo da diretoria e também dos seus companheiros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui