O preparador de goleiros do Corinthians, Leandro Idalino, apareceu no campo e acompanhou o trabalho da equipe profissional na tarde desta segunda-feira, na reapresentação do elenco alvinegro após o empate por 1 a 1 com a Ferroviária, em Araraquara, na partida de ida das quartas de final do Campeonato Paulista. Depois de passar cinco dias internado na semana passada, ele retoma gradualmente os trabalhos e recebe ajuda no dia a dia.

Idalino foi diagnosticado com uma doença chamada TVP (Trombose Venosa Profunda) depois da partida contra o Oeste, no dia 17 de março, na Arena. O problema significa a existência de sangue coagulado nas veias. A TVP é considerada uma doença grave, que pode obstruir vasos importantes do corpo e causar embolias, que é a formação de um coágulo sanguíneo em uma ou mais veias localizadas do corpo.

O entupimento de artérias do cérebro e, principalmente, dos pulmões talvez seja o maior temor, pois pode refletir em um acidente vascular cerebral (AVC) ou até mesmo levar o paciente a morte. Acompanhado de perto no hospital até quinta-feira, ele recebeu alta e, desde então, assiste aos treinos no gramado e define a programação, como de costume.

Porém, sem poder bater na bola e participar ativamente das atividades, ele viu João Paulo Lacerda, do sub-20, trabalhar com os goleiros desde então. Assim como nesta segunda-feira, o profissional coordenou o treinamento de quedas e lateralidade dos arqueiros, tanto no aquecimento quanto durante o coletivo ministrado por Fábio Carille.

Lacerda era do Santa Cruz e chegou ao clube na metade do ano passado, pouco depois da contratação do atual preparador de goleiros. Substituto de Mauri Lima, Idalino deixou vago o seu posto no sub-20 e indicou a chegada de João Paulo. Não há previsão do retorno de Idalino aos trabalhos com bola.

Fonte: ESPN

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui