Há exatos 8 anos, o torcedor corinthiano estava vivenciando um dos jogos mais marcantes da história do clube. O Corinthians derrotava o Vasco da Gama em uma partida emocionante e avançava para a semifinal da Libertadores de 2012, onde se consagrou campeão.

O jogo ficou marcado também pela defesa de Cássio. Talvez a defesa mais importante do goleiro recém contratado pelo Timão na época. Se o gol sai naquele momento, tudo iria por água abaixo.

Após falha do lateral Alessandro, Diego Souza teve todo o meio de campo para correr sozinho. Ao finalizar no canto, o goleiro Cássio Ramos faz uma defesa milagrosa e salva o Corinthians de mais uma eliminação na Libertadores.

Assista o vídeo:

Com um clima quente, o técnico Tite acabou sendo expulso pelo árbitro Leandro Pedro Vuaden e acabou indo assistir a partida nas cadeiras do Pacaembu, ao lado dos torcedores corinthianos. Foi dali que Tite comemorou o gol do Paulinho que trazia a classificação corinthiana.

Após cruzamento de Alex em cobrança de escanteio, Paulinho subiu mais alto que os marcadores do Vasco e mandou para o fundo das redes de Fernando Prass. O Pacaembu estremeceu com o gol do Timão.

Assista o vídeo:

Com o apito final, o Corinthians estava classificado para a semifinal da Libertadores daquele ano, onde enfrentava o time que era a sensação do campeonato, o Santos de Neymar.

Ficha técnica:

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 23 de maio de 2012 (quarta-feira)
Horário: 22h (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (BRA)
Assistentes: Altemir Hausmann (BRA) e Carlos Berkenbrock (BRA)
Cartões amarelos: Jorge Henrique, Alessandro (Corinthians); Eder Luis, Juninho Pernambucano, Nilton, Renato Silva (Vasco)
Gol: Paulinho, aos 42 minutos do segundo tempo
Público: 35.974 pagantes
Renda: R$ 2.723.055,00.

Escalações:

CORINTHIANS: Cássio; Alessandro, Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos; Paulinho, Ralf, Danilo e Alex; Jorge Henrique (Willian) e Emerson (Liedson).
Técnico: Tite

VASCO: Fernando Prass, Fagner, Renato Silva, Rodolfo e Thiago Feltri (Felipe); Nilton, Rômulo, Juninho Pernambucano e Diego Souza; Eder Luis (Carlos Alberto) e Alecsandro.
Técnico: Cristóvão Borges

Melhores momentos:

(Créditos pela foto: Marcos Riboli)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui