Globo aposta em Corinthians
Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Foi difícil encontrar algum torcedor do Corinthians que não estava preocupado com a equipe para a partida contra o Inter, na noite deste sábado, na Neo Química Arena. A maioria acreditava em derrota para o líder do Brasileirão. Os mais pessimistas esperavam uma nova goleada sofrida em casa, como ocorreu há duas semanas, contra o Flamengo. Felizmente, nada disso aconteceu.

Após uma derrota em casa para o América-MG em exibição tenebrosa pela Copa do Brasil, o Corinthians voltou a ser competitivo e em uma das melhores atuações da temporada bateu o bem armado time gaúcho, que vinha de sequência positiva na competição.

O autor do gol não poderia ter sido mais improvável. O até então encostado Matheus Davó foi relacionado pela primeira vez com Vagner Mancini, recebeu chance entre os titulares e acabou fazendo o seu primeiro gol com a camisa corinthiana após três jogos. O garoto não atuava há mais de três meses e foi um dos melhores homens em campo.

MAIS LIDAS DA SEMANA

+Falta de Ramiro? Corinthians tem gol polêmico anulado pela arbitragem contra o Inter; assista
+Fiel ironiza torcedores do Inter após promessa de massacre no Corinthians: “Põe no DVD”
+Renata Fan vira piada na web após mais uma derrota do Inter para o Corinthians na Arena

Ao contrário de jogos anteriores dentro da Arena, os jogadores corintianos cometeram menos erros individuais. A concentração foi o ponto alto. Dos atletas titulares, ninguém conseguiu destoar, algo raro em 2020. Dos reservas que entraram na etapa final, o único que destoou foi Luan, que embora tenha feito gol mal anulado pela arbitragem, desperdiçou chance inacreditável para fazer 2 a 0 nos acréscimos, ao dominar mal a bola.

Ramiro, Xavier e Marllon tiveram atuações gigantes. O primeiro foi o motorzinho da equipe e não se intimidou em subir ao ataque. O segundo liderou o meio-campo como se fosse um veterano. Impressiona a sua imposição física. Sempre está bem posicionado. O terceiro mostrou muita segurança e ganhou todas as disputas pelo chão e pelo alto.

Na frente, Cazares mostrou por que é o jogador tecnicamente mais diferenciado do elenco. Minutos antes de dar a assistência para o gol de Davó, o equatoriano havia dado lançamento primoroso para o atacante, que foi a surpresa de Mancini na escalação.

Importante destacar que o Corinthians teve regularidade nos dois tempos. Fez bom primeiro tempo e foi pouco ameaçado pelo Inter. Na etapa final, o adversário voltou com postura mais ofensiva, mas não teve chances claras para empatar. A condição física dos jogadores apresentou melhora.

Deu para perceber um time bem mais compactado em campo. Mérito para Vagner Mancini. Internacional encontrou raros espaços no sistema defensivo alvinegro e terminou a partida sem uma finalização certa sequer.

Contra o América-MG, não faltou empenho aos jogadores. Os seguidos erros técnicos acabaram custando caro na derrota por 1 a 0. A falta de confiança dos atletas também prejudicou.

A equipe tem o domingo de folga e se reapresenta aos treinos na segunda-feira com foco total para o jogo contra o América-MG, na quarta-feira, em Belo Horizonte, pela volta das oitavas de final da Copa do Brasil. O Timão precisará vencer por dois ou mais gols de diferença para avançar de fase. Missão bastante complicada, mas se o futebol de sábado for repetido contra os mineiros dá para apostar alto na classificação.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui