Na última quarta-feira, o Corinthians novamente apresentou um futebol pífio perto de toda a sua grandeza e saiu derrotado. Com o resultado negativo, o Corinthians chegou ao seu sétimo jogo consecutivo sem saber o que é vencer. Resultado de uma bagunça total que o clube vem vivendo nesta temporada de 2019.

O começo de 2019.

Quando começou o ano, a expectativa era boa, pelo menos a minha, eu confesso. Alguns bons reforços como Boselli que até então era o grande nome no mercado corinthiano. Gustagol retornando ao Corinthians e fazendo muitos gols. Sornoza que todo jogo tinha uma assistência para sua conta. O Corinthians era um time de resultado. Não apresentava um futebol de encher os olhos, mas tinha muita garra e quase sempre deixava o campo com a vitória.

Trintou em 2019.

Com o título do campeonato Paulista de 2019, em cima do São Paulo, as expectativas eram as melhores possíveis. Dali em diante achávamos que o time iria engrenar, mas não foi bem assim. Até então a desculpa de Carille era que o time não teve uma pré temporada favorável para os treinamentos, e de que tudo iria melhorar na parada da Copa América. E realmente melhorou.

O Corinthians após a Copa América venceu alguns jogos importantes no campeonato brasileiro, o que garante hoje ter os 45 pontos e não correr risco de rebaixamento. Mas depois da derrota em Itaquera para o Independiente Del Valle, tudo desabou.

Leia também: Jornalista revela quantia milionária da Roma para tirar Mateus Vital do Corinthians.

O Corinthians depois do INDEPENDIENTE Del Valle.

Foi ali que o Corinthians virou uma verdadeira bagunça, onde ninguém leva a culpa sozinho, pelo contrário: ao meu ver todos são culpados. Carille na entrevista coletiva após a partida, deu a entender que os principais responsáveis pela derrota foram a falta de maturidade dos “meninos”, o que atingiu diretamente Pedrinho e Mateus Vital, que eram os jogadores com as melhores atuações antes desta partida.

Essas palavras de Carille não caíram muito bem com o seu elenco. Ele perdeu os jogadores nesse momento e tudo desandou. É nítido que os jogadores do Corinthians hoje estão fazendo corpo mole, na minha opinião com a intenção de derrubar o técnico. E a diretoria e o presidente o que fizeram? Absolutamente nada. Assistiram tudo de camarote.

Jogadores sem vontade, técnico que não sabe o que fazer com o time e uma diretoria omissa e amadora para resolver esses problemas, foi isso que o Corinthians se tornou: uma verdadeira bagunça.

Um time que não vence o fraco CSA com um elenco muito limitado. Um time que acaba sendo dominado pelo Cruzeiro jogando em casa. Que entra contra rivais como Santos e São Paulo sem nenhum espírito de clássico.

Volta por cima. 

Uma verdadeira bagunça que precisa urgentemente ser limpa. Nós, torcedores corinthianos, que com toda essa vergonha proporcionadas pelos profissionais do clube, que enchemos a Arena Corinthians mesmo assim, merecemos. E como merecemos.

Você concorda que todos tem a sua parcela de culpa nessa bagunça? Ou acredita que exista apenas um responsável? Deixe a sua opinião nos comentários e vamos debater.

2 COMENTÁRIOS

  1. Carille é o culpado. Ele escolheu esses jogadores, ele disse que esse time estava melhor que 2017…com mais opções, ele prometeu melhora após a intertemporada, ele só dá desculpas, ele é teimoso e não dá chances a Bruno Mendez, Janderson, Matheus Jesus e insiste com merdas que não funcionam…Clayson, Avelar, Urso, Ramiro e outros lixos. Só joga na retranca covardemente, não tem jogada de ataque muito menos jogadas ensaiadas…..é só retranca e covardia. É limitado, medroso e só dá desculpinhas. FORA CARILLE.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui