O complô contra Carille

Após a classificação do Corinthians para a final do Paulistão, mesmo com inúmeros questionamentos a serem feitos sobre tática e escolhas técnicas, um assunto acabou se tornando o principal entre jornalistas: o comportamento de Carille.

Semanas antes o treinador fechou treinos do time, alegando que repórteres passam suas jogadas ensaiadas para os treinadores adversários, criando um mal estar com parte da imprensa.

Esse assunto passou a ser abordado em entrevistas anteriores, mas um repórter ainda se doía pelo posicionamento do treinador. André Raniere, repórter da Rádio Jovem Pan, preferiu perguntar sobre a acusação de Carille, ao invés de perguntar a respeito da partida.

Foto: Yahoo Esportes

Com muita maestria, Fábio Carille retrucou o mal intencionado repórter e mostrou que ser educado e boa pessoa não é a mesma coisa que ser idiota. Questionou o mesmo do porque de tanta preocupação com o assunto e indagou: “a carapuça serviu?”.

As respostas do treinador repercutiram muito na mídia e foram apoiadas pela torcida, já que grande parte da imprensa quer apenas instaurar crises e prejudicar o Corinthians, para poder ter mais audiência dos antis.

Porém, quando muitos jornalistas deviam aproveitar a oportunidade para valorizar a tão importante profissão e tratar o caso de André Raniere como uma infelicidade do mesmo, fizeram exatamente o contrário.

Eu, como um colunista de FUTEBOL, preferia não entrar nesse assunto. Mas hoje liguei no canal Fox Sports e não consegui ver nada sobre futebol. O canal, ao invés de exibir matérias e promover debates sobre a final de amanhã, preferiu criar uma matéria falando mal do treinador corinthiano, acusando o mesmo de ser mal caráter. A matéria, inclusive, se intitulava “As duas caras de Carille.”.

Uma matéria tendenciosa, com relações mal intencionadas a respeito de Carille. Os comentários dos “comentaristas esportivos” então, conseguiram ser piores que a matéria. Claramente, toda a imprensa se dói, e muito, com o sucesso de Carille e mais ainda com o sucesso do Corinthians.

São capazes até de apoiar um rapaz que foi antiético, sem educação e  pouco profissional, apenas para ter audiência. O Corinthians incômoda demais.

Tratando agora do comportamento do Carille. Na minha opinião, agiu certo. Muitas vezes eu critico o treinador pelas suas escolhas táticas ou de estilo de jogo, mas não podemos dizer que é uma má pessoa.

Nunca deixou o sucesso subir à cabeça, como estão querendo insinuar, e sempre tratou a todos com respeito e educação. Até que repórteres resolveram elege-lo como alvo para criar crises no Timão.

O treinador faz bem em rebater e não abaixar a cabeça para esses mal profissionais. Um treinador tão competente e vitorioso não merece ser atacado desta maneira e, muito menos, levar desaforo para casa.

Com a atitude da maior parte da imprensa, podemos ver que estão todos unidos contra o Corinthians e vão fazer de tudo para continuar com o assunto, cada vez mais atacando o treinador alvinegro.

Cabe a nós não dar moral para as opiniões desses profissionais, que estão longe de honrarem a profissão que deveriam praticar. Devemos apoiar o treinador como pessoa. Podemos critica-lo por suas escolhas como treinador, mas jamais levar para o lado do ser humano chamado Fábio Carille.

Portanto, Carille, nós estamos com você. Acredito no seu trabalho e na sua personalidade. Faremos dois grandes jogos na final do Paulistão e levantaremos mais uma taça, para calar a boca da imprensa anti.

#FechadoComCarille

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui