Foram apenas sete gols de cabeça anotados pelo Corinthians em 38 jogos no último Brasileirão, a quarta pior marca da competição ficando à frente apenas de Paraná, com dois, e Vasco e Ceará, ambos com quatro. Em 2019, no entanto, em apenas dez partidas, já são cinco tentos anotados desta maneira, metade do total da equipe na temporada.

Contra o São Paulo, neste domingo, o Alvinegro novamente usou do jogo aéreo para deixar o gramado vitorioso. De cabeça, Manoel abriu o placar. Após Pablo empatar da mesma maneira, Fagner avançou pela direita e cruzou para Gustavo mandar para o fundo das redes, porém, com o pé. O centroavante, no entanto, é o corintiano que mais fez uso do recurso na equipe para marcar, fazendo três de seus sete gols desta forma.

Curiosamente, o Corinthians não é a equipe que mais cruza bolas, nem no Paulistão. Na competição estadual, o time de Fábio Carille é apenas o 5º no ranking do fundamento, com 163 tentativas, segundo o Footstats, ficando atrás de São Paulo (198), Santos (189), Ferroviária (174) e Red Bull Brasil (170). Porém, é a que mais finaliza de cabeça, com 29 tentativas contra 20 do Tricolor, o que mostra um bom aproveitamento. Destaque novamente para Gustagol, recordista do campeonato, responsável por nove arremates.

Problema em 2018, o jogo aéreo se tornou uma arma importante do time na temporada. A melhora era esperada a partir da chegada de Boselli, um especialista neste estilo de jogo, porém, até agora, é Gustavo quem tem brilhado. Melhor para o Corinthians.

TIMES COM MAIS GOLS DE CABEÇA EM 2019
– Apenas os 12 grandes
– Dados do Footstats

1º – Corinthians – 5 gols
2º – Flamengo – 4 gols
Fluminense – 4 gols
Santos – 4 gols
Atlético-MG – 4 gols
6º – ​São Paulo – 3 gols
​7º – Vasco – 2 gols
Botafogo – 2 gols
Cruzeiro – 2 gols
​10º – Palmeiras – 1 gol
Grêmio – 1 gol
Internacional – 1 gol

Fonte: Lance!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui