Multicampeão pelo Corinthians, com certeza você torcedor corinthiano sente saudades dele. O zagueiro Balbuena deixou o Corinthians após o título do Paulistão e o clube sofreu muito com a sua perda e de outros titulares na época. Além do técnico Carille que também deixou o Timão na época.

A equipe do SCCP Online conseguiu uma entrevista exclusiva com o jogador. Confira essa entrevista abaixo:

1) Todo mundo diz que o Corinthians é diferente de tudo. Recentemente, Danilo disse que se o jogador não jogar no Corinthians, faltaria alguma coisa. O que você pode dizer sobre isso? Qual a diferença do Corinthians para os outros clubes?
Cara, a maioria dos jogadores falam isso, que o Corinthians é um dos melhores clubes pra jogar, se não for o melhor, quanto a infraestrutura, torcida, etc.. no Brasil eu não joguei em outro clube além do Corinthians, então não sei como é que é nos outros times. Mas sim, o Corinthians é nível de Europa por toda a estrutura que tem . E quem chega ali fica muito à vontade porque tem tudo o que jogador precisa.

2) Qual a importância que o Corinthians teve em sua vida? Tanto pessoal quanto profissional.
Pra mim todos os times que eu passei tem importância de alguma ou outra forma, mas o Corinthians por ser minha primeira experiência no exterior (já que sou do Paraguai) e por tudo que eu passei (ganhar títulos), foi algo muito marcante não só pra mim, mas também pra minha família . Até meu segundo filho que é brasileiro, ele e meu filho maior são Corinthianos roxos. Fiz muitas boas amizades ali. Tudo o que eu passei ali não vou esquecer jamais. Essa é a verdade.

3) Recentemente saiu uma notícia de que o Romero disse que você acompanha o Corinthians até hoje. Que na concentração da seleção paraguaia vocês assistiram a partida contra o Vasco. Isso é verdade? Você acompanha o Corinthians até hoje?
Sim. Sempre que coincidir os horários eu assisto sim . Além do carinho grande pelo clube tenho muitos amigos ali no time. A diferença de horários às vezes atrapalha pra assistir, mas se for cedo o jogo sempre assisto.

4) Qual foi o momento mais marcante que você teve com a camisa do Corinthians nesses dois anos de clube?
Muitos momentos marcantes, cara. Gols nos clássicos, vitória com 10 homens no paulista 2017 contra o Palmeiras, o 3 a 2 no brasileiro desse ano também pelo que foi o ambiente antes e depois do jogo. O título do Paulistão desse ano também foi marcante. Muitos momentos na verdade. Não fico só com um.

5) E o seu gol mais importante?
Gol mais importante ? Acho que todos são importantes, mas fico com dois. Contra o Palmeiras no Br 2017 no 3-2 e contra o São Paulo no paulista desse ano por 2-1.

6) Como foi a sensação de fazer um treino aberto para mais de 40 mil torcedores. Você já tinha participado de algo parecido assim antes? O que você sentiu quando entrou no gramado e viu a Fiel?
Nunca tinha presenciado algo assim, foi muito foda, todos os treinos abertos que participei arrepiava e tinha uma confiança pro jogo no dia seguinte. Uma coisa muito legal.

7) Como foi para você ser umas das peças mais importantes do Corinthians ao longo desses últimos anos? E como você se sente tendo todo esse prestígio e carinho da torcida do Corinthians? Se sente um ídolo?
Todos são peças importantes no elenco, eu só fazia o meu tanto dentro e fora de campo, tem muitos mais referências no elenco, como o Cássio, Fagnito, Jadinho, o mesmo Rodriguinho e também o romero. O bom dali é que todo mundo se trata igual e ninguém é mais do que ninguém.
E não me considero ídolo, posso ter o carinho de uma grande parte da torcida, mas pra ser ídolo acho que preciso ganhar mais títulos e títulos importantes que nem Chicão, Alessandro, o gigante Cássio, Sheik e o Danilão. Esses sim são ídolos.

8) Quais são as diferenças entre o futebol inglês e o futebol brasileiro? Seja em estádios, campeonatos ou torcidas.
Com o futebol brasileiro, a diferença que eu vejo são, a intensidade com que se joga aqui e a qualidade técnica dos jogadores, também que os gramados ajudam pra isso, todos os campos são muito bom pra se jogar. Porque quando o time é bom tecnicamente, acho que faz o jogo mais dinâmico e ali entra a intensidade também com o que se joga. Tudo vai relacionado um com outro. Jogadores fortes e rápidos praticamente em todas as equipes. A nível geral acho que com o futebol sul-americano tem muita diferença em relação a torcida, em vários pontos. Aqui são mais tranquilos, eles vão nos estádios pra curtir o esporte. Estádios sempre cheios em todos os jogos, nós sul-americanos somos mais de sangue quente quando torcemos pelos seus times.

9) Do que você mais sente saudades do Brasil? E do Corinthians?
Da comodidade que tinha no Brasil nos últimos anos, porque hoje estou me adaptando aqui igual quando foi meu primeiro ano no Brasil, mas sei que isso faz parte, que é normal no começo. E do Corinthians, tenho saudades do meus amigos, das resenhas nos treinos, concentrações e viagens. Dos meus amigos fora do clube também, porque fiz muitas boas amizades.

10) Essa eu tenho que perguntar senão a Fiel me mata. Você pretende voltar para o Corinthians?
Lógico que sim. Se não for como jogador(porque nunca se sabe o que pode acontecer no futuro), pelo menos nas férias assistir um jogo na Arena certeza que eu vou.

A equipe do SCCP Online agradece ao zagueiro Balbuena por conceder essa entrevista aos nossos visitantes.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui