Em recesso desde ontem, o Corinthians tem um mês para corrigir seus erros e chegar pronto ao segundo semestre do futebol brasileiro em 2019. Aproveitando a tão esperada parada da Copa América, o clube dá folga de dez dias aos jogadores, treina por três semanas e joga dois amistosos antes de voltar a ter compromissos oficiais.

A princípio a folga seria de nove dias, mas a comissão técnica adiantou a liberação do elenco explicando que o treino regenerativo da última quinta-feira foi “mais intenso” do que o esperado. O elenco agora curte folga até o domingo que vem (23), mas no dia seguinte volta aos treinos no CT Joaquim Grava.

O Corinthians então treina a semana inteira para jogar amistoso contra o Botafogo-SP às 16 horas (de Brasília) do dia 29 de junho (sábado), em Ribeirão Preto. O jogo é como uma comemoração da reinauguração do Estádio Santa Cruz, que passou por reformas e ganhou um novo setor de arquibancadas.

Na semana seguinte as atenções estarão voltadas para o amistoso contra o Vila Nova-GO. A expectativa é que o elenco corintiano faça um treino regenerativo no dia 30 de junho e em seguida tenha três dias de treinos antes de jogar novo amistoso, desta vez em Goiânia, às 19h30 do dia 4 de julho.

Passados os amistosos, Fábio Carille terá seu maior período de treinos nesta parada da Copa América. Serão oito ou nove dias de preparação antes de voltar a jogar pelo Campeonato Brasileiro – o dia a mais ou a menos depende da definição da data do confronto contra o CSA, que acontece na Arena Corinthians no segundo final de semana de julho.

A maratona de jogos recomeça na volta da parada da Copa América. O Corinthians tem apenas um meio de semana livre até o clássico contra o Palmeiras, em 3 de agosto. Até lá os jogos são contra CSA, Flamengo e Fortaleza (pelo Brasileirão) e dois confrontos contra o Montevideo Wanderers pela Copa Sul-Americana.

Fonte: UOL.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui