Nesta terça-feira, 04 de Junho, o Corinthians encara o que pode ser considerado o jogo mais importante do ano até o momento. O Timão vai ao Rio de Janeiro enfrentar o Flamengo valendo uma vaga nas quartas de final da Copa do Brasil. Os cariocas possuem a vantagem de ter vencido o jogo de ida por 1 a 0.

Até o momento, o time que entrará em campo ainda não foi definido, mas a missão dos 11 que pisarem no gramado do lendário do Maracanã está traçada: vencer por 2 gols de diferença ou mais e conquistar mais uma classificação no torneio mata-mata.

Quem são esses onze nós ainda não sabemos, mas o que toda nação Corinthiana sabe é o que eles tem que fazer.

Dois gols, é claro. Mas muito mais que isso.

Primeiro que a partir do momento que vestem o manto alvinegro, deixam de ser onze jogadores e passam a ser onze guerreiros.

Sendo onze guerreiros, devem se doar a cada momento. Batalhar, brigar, lutar e jamais, eu disse JAMAIS, se entregar. Cada um deles deve respirar vontade e inspirar garra!

Queremos ver carrinhos, trombadas e disputas firmes. Arrancadas até a linha de fundo para recuperar uma bola quase perdida e dedo na cara de quem ousar nos intimidar.

Cada disputa no meio campo é uma oportunidade de impor respeito e cada dividida na lateral é a chance de mostrar quem somos.

Queremos empurrões dentro da área, bicudas dos nosso zagueiros e vibração a cada lance.

Queremos todos encarnando a Final da Libertadores de 2012, do Paulista de 2018, da Copa do Brasil de 2009 e do fim do jejum em 1977.

Não estamos pedindo muito. Queremos apenas que o Corinthians seja CORINTHIANS.

Nós não temos o melhor time do mundo, não temos a melhor comissão técnica. Mas quando não dá na técnica, vai na raça!
Que venha o Flamengo.

Foto: Daniel Vorley/AGIF

“Eu já vi o Corinthians perder, já vi o Corinthians ganhar. Mas jamais vi o Corinthians se entregar.” – Mário Sérgio.

#VaiCorinthians

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui