Um dos mais decisivos na classificação do Corinthians à final do Campeonato Paulista, o goleiro Cássio falou sobre o cansaço ao chegar nas cobranças de pênaltis. O camisa 12 por sete vezes esteve muito perto de fazer a defesa, mas não conseguiu alcançar a bola em nenhuma delas.

O goleiro acertou os cantos das cobranças de Rodrygo (quando chegou a encostar na bola), na de Soteldo, Carlos Sánchez, Derlis González, Diego Pituca, Alison e Victor Ferraz. Acertou sete dos oito chutes do Peixe.

– Feliz de chegar em mais uma final. Santos ditou o ritmo e nós nos defendemos a maioria do tempo. Não conseguimos arriscar, mas fomos aos pênaltis. Não consegui pegar nenhum, acertei os cantos, mas não peguei. Foi um jogo muito cansativo, quando chegaram os pênaltis, eu estava muito cansado, mas a equipe está de parabéns – disse o goleiro, e seguiu:

– Saio muito feliz pela personalidade, comprometimento da minha equipe, pelos jogadores que bateram pênalti. No mata-mata, a gente não vê tanto o desempenho e sim o fato de chegar em mais uma final.

Na partida, o Santos chutou a gol 23 vezes, foram 11 finalizações corretas. Isto é, o Peixe esteve por 11 vezes incomodando a meta de Cássio.

– Foram várias bolas, algumas com grau de dificuldade maior, outras nem tanto. Tem jogos que não vem nenhuma bola e eu tenho de estar preparado. Tentei fazer meu melhor e saio feliz com a classificação – completou.

Fonte: GazetaEsportiva.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui