Apresentado oficialmente no Corinthians na tarde desta sexta-feira, no CT Joaquim Grava, Paulinho explicou sua passagem relâmpago pela Arábia Saudita. Após seu vitorioso período na China, ele ficou apenas dois meses no Al-Ahli, tendo disputado apenas quatro jogos oficiais, com dois gols marcados. A informação é da Gazeta Esportiva.

“Tanto minha ida quanto minha saída da Arábia foram uma decisão com minha família. A vida é dessa forma, tem que tomar a decisão e seguir. Chegamos ao clube, na Arábia, vocês me conhecem muito bem, jamais vou chegar e falar mal de um clube, mas encontrei algumas situações que pra mim não dava quando cheguei lá”, contou.

Leia mais:
+ Carlos Alberto explica por que deu soco na cara de Tévez em treino do Timão
Comentarista diz que Corinthians terá o melhor time no papel e discute com jornalista atleticano
Guerrero, Romarinho e Dentinho no Corinthians? Duilio se manifesta sobre a vinda de novos reforços

“Não foi problema financeiro, técnico, nem nada. Foi um problema que não achei justo e, por isso, minha tomada de decisão de rescindir meu contrato. Vocês sabem, joguei por dois meses, cheguei como capitão da equipe, como um líder como sempre tentei ser, mas encontrei situações e coisas que não estou acostumado e preferi ter essa rescisão após dois meses. Foi a melhor decisão que eu vi naquele momento e retornar ao Brasil”.

Paulinho havia assinado contrato por três temporadas com o Al-Ahli e receberia cerca de 4 milhões de dólares (R$ 21 milhões) por ano, mais bônus por metas alcançadas. Agora, ele retorna ao Corinthians depois de mais de oito anos desde sua primeira passagem.

Na ocasião, entre 2010 e 2013, ele conquistou Mundial, Libertadores, Campeonato Brasileiro e Paulista em 167 jogos, tendo marcado 34 gols no total. Agora, porém, ele quer deixar o passado para trás e buscar novas conquistas com o time.

Nesse tempo longe, o volante passou por Tottenham, Barcelona e Guangzhou Evergrande. Nesse último, conquistou diversos títulos e números um tanto quanto ofensivos: marcou 74 vezes em 176 jogos, além de somar 24 assistências.

Foto: Rodrigo Coca / Agência Corinthians

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui