Tudo indica que o Corinthians poderá contar com a volta da Fiel a Neo Química Arena em duas semanas. Na noite desta quinta-feira (23), o governo do estado de São Paulo definiu que o público poderá retornar aos estádios com capacidade reduzida a partir de 4 de outubro.

Por ainda estarmos em fase de vacinação da população, o governo aceitou liberação de 30% da lotação máxima em cada estádio. O plano para o aumento gradual da porcentagem já está também acertado para subir em 50% da capacidade em 16 de outubro.

A expectativa é de que, a partir do dia 1º de novembro, a ocupação dos estádios possa ser total em São Paulo.

Leia mais:
Malcom quer voltar ao Corinthians após ‘grande carreira’ na Europa: “Gostaria muito”
Novo goleiro do Timão segue o sonho do pai após viver tragédia familiar na infância
Rodrigo varanda se despede do Corinthians: ‘Saio para novos desafios’

Para que o público volte aos estádios, porém, ainda resta mais um acerto. A CBF tem reunião marcada com os 20 times da Série A do Brasileirão 2021 para debater a volta dos torcedores. Vale lembrar que vigora atualmente um acordo em que só haverá torcida quando fosse liberada em todos os estados.

A liberação do público só será permitida diante do cumprimento de todas as normas sanitárias da Covid-19. Além disso, os clubes terão que exigir dos torcedores o comprovante com as duas doses da vacina Coronavac, Pfizer e Astrazeneca, ou a dose única da Janssen. Para quem tiver apenas uma dose tomada, será obrigatória a apresentação de um teste negativo – PCR com validade de 48h ou antígeno com 24h.

Veja o calendário do Corinthians com jogos com público:

– Bahia e Fluminense: 30% da capacidade (cerca de 14 mil);
– Chapecoense: 50% da capacidade (R$ 24 mil);
– Fortaleza, Cuiabá, Santos, Athletico-PR e Grêmio: 100% da capacidade (R$ 48 mil).

* A CBF também precisa acertar a liberação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui