Em quase oito meses de mandato, o presidente Duilio Monteiro Alves celebra ter conseguido promover mudanças no Corinthians que trouxeram alivio financeiro, novas ideias para diferentes diretorias e garante que o Timão não está ‘quebrado’ como é ventilado na imprensa.

Em entrevista à “Gazeta Esportiva”, Duilio declarou que afirmar que o clube irá ‘cruzeirar’ não faz o menor sentido. Afinal, o Corinthians tem boa entrada de caixa e acabou sendo alvo de gestões ruins que endividaram o clube. Ou seja, o dinheiro segue entrando, mas o destino é para quitação e pouco sobra para investir.

“O Corinthians é o Corinthians. Lógico que tem muito das pessoas que estão no clube hoje, da estrutura que o clube tem, do departamento de futebol que tem um ambiente gostoso de trabalhar, mas, o principal, é o tamanho do Corinthians, a força do Corinthians, a torcida do Corinthians. O Corinthians é muito gigante. Tem muita gente falando por aí que o Corinthians é isso, que o Corinthians não paga ninguém, que o Corinthians está quebrado. Quem fala isso não tem ideia do que o Corinthians, do tamanho do Corinthians, e algumas demonstrações estão aí”, declarou.

Leia mais:
+ Dedé diz que Fagner é injustiçado de violento e defende Lateral
+ “Se amanhã acharem que não sirvo, seguirei a vida”, diz Cássio sobre futuro no Corinthians

“Não menosprezem o Corinthians. Isso que a gente tem visto por aí, também alguns jornalistas, alguns blogs, torcedores, até o que às vezes me deixa chateado, eu vejo torcedores do clube, até conselheiros, sócios, dizendo ‘o Corinthians vai cair’. Gente, o Corinthians é muito grande, o Corinthians está fazendo um trabalho nessa gestão, até aproveito para parabenizar todos os diretores, que estão aí completando quase oito meses, e a gente vem fazendo um trabalho incrível, e a gente tem muita confiança que não tem limite. O Corinthians pode e vai se recuperar muito rápido. E isso mostra a força, grandes jogadores querendo vir para o Corinthians, porque o Corinthians é o maior de todos no Brasil. E a torcida, nem se fala, a mais Fiel, a que apoia 90 minutos. Então, eu posso garantir para você que 90%, a não ser que seja um jogador muito fanático por outro clube, não queiram jogar no Corinthians”, destacou.

O dirigente fez questão de garantir que mesmo com as vindas de Giuliano e Renato Augusto o Corinthians está com a folha de pagamento menor do que havia estava previsto e ainda é inferior ao pago ao longo de 2020.

“O Renato Augusto é um jogador que foi pretendido por todos os clubes do Brasil, que têm condições de contar com um jogador desse, e muitos falam que são clubes ricos, que estão em condições melhores. Também teve proposta de todo o mundo. Giuliano, idem. Isso mostra que eles confiam no Corinthians, como nós confiamos, e sabemos o tamanho que tem”, declarou.

“O Corinthians, hoje, tem um time melhor, trouxe dois grandes jogadores, e gasta menos do que gastava no início do ano em sua folha. Ainda está abaixo do que foi orçado, e o orçado já era muito abaixo do que era realizado no ano anterior. Então, dá para fazer, dá para ter um time mais forte e, muitos dos que falam hoje, vão ver, com o tempo, que é possível, que o Corinthians, como eu coloquei antes, não está trazendo jogadores por pressão. Se fosse isso, já estaríamos fazendo no começo do ano, quando tivemos algumas eliminações, e eu entendo o torcedor, que ficou muito chateado, assim como nós, de não ter se classificado, no ano passado, para a Libertadores, de ter sido eliminado na Sul-Americana, de não ter ganho o Campeonato Paulista, de ter sido eliminado na Copa do Brasil, mas era um período que o Corinthians precisava passar para organizar suas contas”, acrescentou Duilio.

Ex-diretor de futebol do Corinthians na gestão Andrés Sanchez, Duilio Monteiro Alves assumiu o Timão no início de 2021, e com mandato até o fim de 2023, e revelou que o clube devia quase R$ 1 bilhão. Atualmente, a dívida gira em torno de R$ 920 milhões.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui