Vice-presidente da NFL prefere Arena Corinthians ao Allianz para eventual jogo em São Paulo


Rivais dentro de campo e nas arquibancadas, Corinthians e Palmeiras recentemente passaram a travar uma outra disputa: quem tem o melhor estádio. A casa alviverde tem sido a escolhida para grandes shows, enquanto a corintiana tem maior capacidade de público e ostenta em seu histórico uma Copa do Mundo. No horizonte pinta outra concorrência entre elas: a preferência por uma possível vinda da NFL para São Paulo.

Partiu da prefeitura de São Paulo a iniciativa de convidar a liga de futebol americano para conhecer as opções da cidade para um eventual jogo na maior metrópole da América do Sul. Em março, o vice-presidente de desenvolvimento internacional comercial da liga, Akash Jain, esteve em São Paulo e visitou a Arena Corinthians, o Allianz Parque e o Estádio do Pacaembu.

Defasado inclusive para jogos de futebol, o estádio municipal foi logo descartado. Mas Jain gostou do que viu nos estádios dos rivais, de acordo com Orlando Faria, secretário de Turismo da cidade. "Ele nos disse que veio a São Paulo sem compromisso, mas que saiu daqui com trabalho a fazer".



O vice-presidente da NFL teria se empolgado principalmente com o estádio do Corinthians, pela sua capacidade maior de público e pelo entorno. O Itaquerão é cercado por amplo estacionamento, que poderia servir para a liga realizar ativações próprias e de seus patrocinadores. Isso é fundamental no modelo de negócio da NFL.

O estádio do Palmeiras, administrado pela WTorre, não tem área livre em seu entorno, uma vez que é encravado no bairro da Pompeia. A prefeitura, porém, indicou dois locais que poderiam receber ativações da NFL ali perto: o Parque da Água Branca e o Memorial da América Latina, ambos a pouco mais de um quilômetro do estádio.

De acordo com o secretário de turismo, não houve tempo para encaixar uma visita ao Estádio do Morumbi, que, entre os quatro, é o que tem maior capacidade de público. Isso pode ser um diferencial para o estádio do São Paulo, que poderia gerar maior renda de bilheteria.

A NFL joga partidas oficiais fora do eixo Estados Unidos-Canadá desde 2007, quando teve usa primeira partida no estádio de Wembley, em Londres. Em 2013 o número de jogos ali passou a dois por ano e, em 2014, a três. Para a próxima temporada estão previstos quatro jogos na capital inglesa, sendo dois em Wembley e dois no novo estádio do Tottenham.

Postar um comentário

0 Comentários