Meia Mateus Vital volta a citar cansaço para justificar desempenho ruim do Corinthians



Mateus Vital talvez tenha sido o único a se salvar de mais uma atuação fraca do Corinthians na temporada. Nesse sábado, a equipe de Fábio Carille ficou no empate por 1 a 1 com o Vasco graças a gol do meia na Arena da Amazônia.

Um golaço, aliás, em jogada individual pela esquerda em que Vital abusou do recurso adquirido na época em que treinava muito futsal.

“Joguei muito, até meus 13 anos, aprendi os dribles curtos e pude usar ali”, contou.

O problema é que coletivamente o Corinthians voltou a ter muitos problemas, principalmente na criação de jogadas ofensivas. E o camisa 22 voltou a adotar o discurso do desgaste físico para justificar a atuação.

“Saí mais pela câimbra. Até recuamos um pouco por causa disso, depois do gol demos uma recuada e infelizmente não conseguimos o resultado que a gente queria”, disse.

“O time titular jogou uns quatro, cinco jogos seguidos. A gente precisa muito da intensidade, acaba tendo o cansaço, viagem para Manaus, prejudicaria muito eles, e para isso tem o grupo”, encerrou.

O técnico corintiano sequer levou seis titulares para Manaus (Fagner, Henrique, Manoel, Avelar, Urso e Gustagol). O próximo desafio está agendado para sábado, em Itaquera, contra o Grêmio, e Carille vai esperar os exames para saber com quem poderá contar.

Fonte: Gazeta Esportiva

Postar um comentário

0 Comentários