Gil e Corinthians chegam a um acordo nos salários, e agora só depende de rescisão



O zagueiro Gil tenta rescindir seu contrato com o Shandong Luneng, da China, para voltar ao Brasil. Segundo apurou o UOL Esporte, o defensor de 31 anos já sabe inclusive o valor de seu salário caso aceite jogar no Corinthians novamente. O clube paulista pretende pagar o teto salarial a Gil. Sendo assim, ele receberia o maior ordenado do Alvinegro, ao lado de Cássio e Fagner - cerca de R$ 600 mil.

Apesar de propostas de outros clubes do Brasil, Gil prioriza o Corinthians e já acenou que aceita receber o teto salarial do clube. No entanto, o defensor pediu contrato até o fim de dezembro de 2021 e um valor em luvas, que pode ser diluído mensalmente no ordenado, caso consiga sua liberação na China.

Gil tem contrato com o Shandong até janeiro de 2020, mas pretende voltar ao Brasil já no meio deste ano e tentará usar a boa relação que tem com o clube chinês para antecipar a sua saída, sem custos. Segundo apurou a reportagem, ele inclusive já comunicou o treinador do Shandong de sua decisão.

O Corinthians, no entanto, já avisou a Gil que não entrará em leilão pela sua contratação no futebol brasileiro. A diretoria corintiana é contundente ao dizer que não ultrapassará o teto salarial do defensor para repatriá-lo.

Atualmente, o técnico Fábio Carille conta no setor com os titulares Manoel e Henrique. A dupla é bastante questionada pela torcida corintiana. Se não bastasse, os reservas Pedro Henrique e Marllon também sofrem críticas de torcedores. Após a derrota na estreia do Campeonato Brasileiro, diante do Bahia, com erros individuais da zaga, alguns torcedores até enviaram mensagens diretas a Gil pedindo para ele retornar.

Além do Corinthians, outro clube que tem Gil na mira é o Grêmio, que reagiu na Libertadores e está classificado para as oitavas de final da competição. O clube gaúcho inclusive oficializou proposta ao zagueiro e tenta alinhar questões salariais para se aproximar do que o jogador pede.

No Brasil, Gil se destacou pelo Corinthians e também atuou por Cruzeiro, Atlético-GO e Americano-RJ. Ainda consta na carreira dele convocações para seleção brasileira e uma passagem pelo Valenciennes, da França.

Fonte: UOL

Postar um comentário

0 Comentários