Andrés zoa rival ao falar se vai fazer treino aberto: 'Virou comum, uma chatice'


Adversários na final do Campeonato Paulista, Corinthians e São Paulo têm estratégias diferentes para os treinamentos antes das decisões. Enquanto o Tricolor planeja abrir o Morumbi para a torcida, o Timão não irá à sua arena, como fez na campanha do bicampeonato estadual, em 2017 e 2018.

Em entrevista coletiva na sede da Federação Paulista de Futebol, Andrés Sanchez, presidente do Corinthians, ironizou ao ser questionado sobre abrir os treinamentos:

– Quando foi aberto o treino pelo Corinthians, no começo, era inédito, agora já virou comum. Qualquer time abre treino, briga para fazer treino no mesmo horário. Virou uma chatice. O Corinthians não vai mais fazer – declarou.

Na sequência, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, presidente do São Paulo, afirmou:

– O São Paulo deve fazer semana que vem.

Depois, brincando, Andrés disse que então estudaria abrir o treino no mesmo dia e horário do rival, apenas para atrapalhar.

O Corinthians não abriu nenhum treinamento à torcida em 2019. A má condição do gramado de Itaquera é um dos motivos para isso.

Postar um comentário

0 Comentários