Um ano depois, Corinthians volta a ficar sete jogos sem perder


O Corinthians ainda busca o seu melhor futebol, algo próximo do apresentado no último domingo, contra o Santos, na Arena, mas já reúne pontos marcantes do bom trabalho de Fábio Carille em sua primeira passagem. Depois de quase um ano, não completado por diferença de três dias, o Alvinegro voltou a emplacar uma sequência de sete jogos sem perder.

A sequência começou com o empate por 1 a 1 com o Racing, em Itaquera, pelo duelo de ida da primeira fase da Copa Sul-Americana, e incluiu ainda outros adversários de respeito como o São Paulo, o Santos e o próprio Racing, eliminado do torneio continental pelo Alvinegro. Completam a lista o Avenida-RS, o Botafogo-SP e o São Bento, totalizando uma série de três vitórias e quatro empates.

A última vez em que o clube havia passado tanto tempo sem perder se deu justamente sob a batuta de Carille, em 2018. Naquela ocasião, após ser derrotado seguidamente por Santo André e São Bento, a equipe empatou com o Red Bull, venceu o Derby contra o Palmeiras, empatou contra Santos e Millonarios, e fechou a série com triunfos sobre Mirassol, Botafogo-SP e Deportivo Lara-VEN. Total de quatro vitórias e três empates.

A sequência foi quebrada, naquela ocasião, com uma derrota por 3 a 2 para o Bragantino, no primeiro jogo das quartas de final do Campeonato Paulista. O bom momento, no entanto, se estendeu por um período maior, emplacando o bicampeonato estadual e classificações nos mata-matas.

É em um duelo eliminatório, aliás, que o Timão tenta estender essa série e atingir a segunda maior desde a histórica série de 34 jogos sem perder, em 2017, também sob a batuta de Carille. Nesta quarta-feira, a partir das 21h30 (de Brasília), o clube encara o Ceará, no Castelão, no jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil.

Sem poder contar com Gustagol, o Alvinegro treina nesta terça na capital cearense e fica concentrado até o momento do duelo, visto como estratégico para as aspirações do ano. O embate da volta está marcado para o dia 3 de abril, na Arena Corinthians.

Fonte: Gazeta Esportiva

Postar um comentário

0 Comentários