Jorge Henrique lamenta mentira que o tirou do Corinthians em 2013



Uma mentira tirou Jorge Henrique do Corinthians em 2013. Como o LANCE! apurou em primeira mão à época, o atacante saiu saiu para uma balada em uma sexta-feira e apareceu no treinamento da manhã seguinte sem condições de treino. Questionado pelo técnico Tite, que hoje comanda a Seleção, o jogador afirmou que não teve uma boa noite de sono pois estava com o filho doente em um hospital.

A mentira foi descoberta antes de um clássico contra o São Paulo. Tite sentiu que perdeu a confiança no jogador e o afastou da equipe. Jorge Henrique nunca mais vestiu a camisa do Corinthians em uma partida oficial. Em entrevista ao 'Uol Esportes', o atacante lembrou e lamentou aquele momento.

- Eu acabei saindo, cheguei atrasado no treino e o Tite não aceitava isso. Eu acabei sendo punido, não tinha o que fazer. O Tite é uma pessoa que deixa muito claras as coisas e eu acabei ultrapassando isso. É uma coisa que eu poderia ter feito diferente. Hoje eu faria diferente. Eu quebrei a confiança dele e depois que passou, tipo, depois de uma semana eu conversei com ele, sentei e conversei com o Tite. Eu pedi desculpas, ele entendeu, nos acertamos, mas eu não tinha como mais ficar ali - afirmou.

O jogador de 36 anos, que hoje defende o Naútico, diz que espera ter a oportunidade de defender o Corinthians novamente, onde viveu o melhor momento de sua carreira, conquistando, entre outros títulos, um Mundial de Clubes e uma Libertadores.

- Se Deus quiser eu espero ter oportunidade de voltar. Por tudo o que eu conquistei ali dentro, poder ter a minha festa e encerrar a carreira ali no Corinthians. O meu desejo é encerrar a carreira no Corinthians. É um clube que me abraçou muito bem, é um clube em que eu conquistei vários títulos. Se eu tiver a oportunidade, claro que vou ficar muito feliz - disse.

Fonte: LANCE

Postar um comentário

0 Comentários