Corinthians não pensa no São Paulo e quer ser líder, avisa Boselli

O Corinthians encerra sua participação na primeira fase do Campeonato Paulista contra o Ituano, fora de casa. O Timão é líder do Grupo C, mas tem apenas um ponto a mais que a equipe da Ferroviária, sua adversária nas quartas de final. O time de Araraquara jogará contra o Novorizontino, também como visitante, nessa quarta.

Essa briga direta para saber quem ficará com a ponta do Grupo C antes do mata-mata e, consequentemente, ter o direito de fazer o segundo jogo das quartas em casa deixa de lado qualquer eventual preocupação dos corintianos em ajudar ou não o São Paulo.

Isso porque o Ituano é justamente o líder do Grupo D, com 17 pontos, três a mais que o rival tricolor. O Oeste tem 12 e segue vivo na luta por uma vaga na próxima fase da competição estadual.


“Não vamos jogar para ajudar o São Paulo, vamos jogar para ser primeiro do grupo, para terminar as quartas em casa. Não vemos por esse lado, vemos pelo lado do Corinthians”, avisou Mauro Boselli, em entrevista coletiva nessa terça-feira.

O centroavante argentino pode ter a oportunidade inédita de fazer quatro jogos seguidos pelo Corinthians. Até agora, o único gol foi marcado na vitória sobre o Botafogo-SP, mas, o experiente atleta minimiza a seca.

“Quem faz o gol não é tão importante, a ansiedade é algo muito pessoal meu. Como todos os atacantes, necessito de gols, mas, o mais importante é a equipe estar ganhando. Os gols são consequência”, disse, ciente de que a volta de Gustagol pode tirar um pouco de seu espaço novamente.

“Não uma disputa, são opções do treinador. Ele (Gustagol) é mais da bola aérea e eu mais pelo chão, depende da situação que se tem, do adversário, e obviamente podemos jogar juntos. Jogamos alguns momentos dentro de campo juntos e a equipe se comportou bem. E tem o Vagner Love, que pode jogar pelo canto ou na área também”, concluiu Boselli.

Fonte: Gazeta Esportiva

Postar um comentário

0 Comentários